MENU      
BUSCAR

Casal aposta na produção de derivados do leite de cabra

As cabras chegaram ao Brasil durante o período colonial. Animais fáceis de se adaptar aos mais variados tipos de climas, são curiosos e dóceis. Características como essas conquistaram o casal Aurelino Sampaio e Giovana Navarro, que decidiram investir na sua criação para produzir derivados do leite.

O valor do deite de cabra também chamou a atenção do casal. “O leite de cabra, em termos nutricionais, é muito semelhante ao leite de vaca. No entanto, ele possui algumas características específicas como o teor de gordura em virtude de seus glóbulos serem pequenos em proporção ao do leite de vaca, o que confere ao leite de cabra uma alta digestibilidade”, explica Aurelino Sampaio.

- Assista essa matéria no nosso canal do Youtube.

Amor pela produção

Além da riqueza nutricional está a paixão com a criação das cabras da raça Saanen. “Essa é uma atividade muito prazerosa. As cabras são animais altamente produtivos”, diz Aurelino. Os oitenta litros de leite produzidos por dia são transformados em doces, queijos, entre outros produtos que levam a marca Cabríssima. “A cada dia, fico mais apaixonada pela produção de derivados de leite de cabra”, declara Giovana.

Um dos pontos de venda dos queijos é o Teta Cheese Bar, que se especializou em ofertar queijos artesanais aos clientes. “O queijo Flor de Figo, feito por Giovana e Aurelino, é o que mais faz sucesso”, afirma Marina Cavechia, proprietária do espaço.

- Acompanhe o Tribuna Rural pelas Redes Sociais. 

Texto: Mario Benisti 

Imagens: Kevin Yago Lan 

image01
image01
Endereço: SBS Qd 2 Bl A Ed Casa de São Paulo Sala 1106 Brasília-DF CEP 70.078-900 Redação: (61) 3039 1050 Comercial: (61) 3039 1258